× Bienal'19 Ci.CLO Bienal Adaptação e Transição Programa Mapa Residências Bienal Exposições Simpósio Oficinas Bolsas Equipa Diário Sobre CI.CLO Parceiros Faça Parte Imprensa Equipa Contactos

PT EN

unnamed.gif
Leonardo Motta Campos (AoLeo)

DÉJÀ VU, UMA LEMBRANÇA DO PRESENTE

Leonardo Motta Campos (AoLeo)

Déjà vu, uma lembrança do presente surge como uma adaptação da poesia de Manoel de Barros, evidenciando a

transição do tempo em corpos e lugares, de modo a revelar na sua visualidade através de

camadas de significados. Sob o desígnio de elaborar uma arqueologia poética

contemporânea, o projeto artístico apropria-se de antigos cartões postais da cidade do Porto

para utilizá-los como camada temporal-imagética, sob a função cartográfica que norteia o

encontro e a confrontação de sítios esquecidos e transformados pela ação de construir e

reconstruir o espaço urbano.