× Bienal'19 Ci.CLO Bienal Adaptação e Transição Programa Mapa Residências Bienal Exposições Simpósio Oficinas Bolsas Equipa Diário Sobre CI.CLO Parceiros Notícias de Imprensa Faça Parte Imprensa Equipa Contactos

PT EN

ifp-1.gif
Martin Errichiello & Filippo Meniche

IN FOURTH PERSON

Martin Errichiello & Filippo Meniche

Uma parte significativa da história política italiana dos últimos cinquenta anos está inegavelmente

envolta em mistério. Até hoje, algumas das suas histórias e eventos, públicos e privados, mais ou menos

importantes, permanecem secretos, ignorados e, em alguns casos, até censurados. De norte a sul, o

país encontra-se frequentemente unido em nome do esquecimento. A memória - o ato de praticar a

memória - representa, por outro lado, um poderoso meio para que as pessoas se recordem dos seus

pertences perdidos e recuperem o que foi esquecido, roubado. Desde a década de 1960, nas brumas do

denominado “milagre económico”, os poderes culturais e políticos de Itália estabeleceram um processo

de transformação de territórios e tradições vasto e radical em nome de um progresso alimentado por

novas estradas, novas máquinas e indústrias e, definitivamente, uma nova identidade. Uma identidade

que deveria ser capaz de interligar - técnica e politicamente – áreas ricas e em progresso às zonas mais

isoladas do país, levando aos seus cidadãos mais remotos a promessa de mudança. A região da

Calábria - o estudo de caso da nossa exploração visual - é uma terra antiga onde o desafio da

modernidade impôs a sua linguagem e estética, oprimindo lentamente a paisagem humana e natural do

território. A obra In Fourth Person é uma investigação multimédia sobre a sua transformação

antropológica, geopolítica e ambiental nos últimos 50 anos, cuja “narração” permanece fragmentada.

Criada ao longo da autoestrada A3 Salerno–Reggio Calabria, no enredo simbólico do nosso projeto, a

investigação examina transversalmente a iconografia e as histórias de uma paisagem suspensa entre a

utopia e a traição. As fotografias, os objetos, os documentos e os vídeos são reagrupados como um

mosaico coletivo de um nós imaginário: em quarta pessoa.

https://inquarta.persona.com