× Bienal'19 Ci.CLO Bienal Adaptação e Transição Programa Mapa Residências Bienal Exposições Simpósio Oficinas Bolsas Equipa Diário Sobre CI.CLO Parceiros Notícias de Imprensa Faça Parte Imprensa Equipa Contactos

PT EN

Porto-Leixoes_grande.png
Emílio Biel

IMAGEM / TÉCNICA, OS INVENTÁRIOS DE EMÍLIO BIEL

Pavilhão de Exposições - FBAUP

Pavilhão de Exposições - Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto

Curadoria: Susana Lourenço Marques


30 de Maio a 20 de Julho de 2019
Visita guiada à exposição dia 15 de Junho pelas 16h com a curadora Susana Lourenço Marques

Em colaboração com a Ci.CLO Bienal de Fotografia do Porto, a exposição apresenta ainda uma selecção de imagens fotográficas realizadas a partir das matrizes originais da Casa Emílio Biel & Ca., pertencentes ao fotógrafo Virgílio Ferreira, de um acervo de 127 negativos película de grande formato das obras públicas no Norte de Portugal neste período.

Exposição que apresenta nove álbuns fotográficos de grande formato, com as imagens dedicadas à construção das grandes obras de engenharia, que Biel realizou e publicou através da sua casa editorial para a Associação dos Engenheiros Civis Portuguezes, actual Ordem dos Engenheiros


Na segunda metade do século XIX multiplicam-se pela Europa as reportagens fotográficas dedicadas à construção das grandes obras de engenharia, como a construção dos caminhos de ferro ou a modernização dos portos marítimos. Este levantamento fotográfico documenta a revolução da mobilidade e a definição de uma rede de ligações que modifica e reorganiza a política e a economia do território. Em Portugal, o mais activo protagonista destas campanhas é o fotógrafo, editor e empresário alemão Emílio Biel, responsável por um dos mais extensos levantamentos iconográficos do território português neste período.

A exposição Imagem/Técnica, os inventários de Emílio Biel apresenta os álbuns originais de grande formato com as imagens da construção das ligações viárias, ferroviárias e marítimas no norte do país, que Biel realizou e publicou através da sua casa editorial para a Associação dos Engenheiros Civis Portuguezes, actual Ordem dos Engenheiros.

A exposição apresenta um raro conjunto de nove álbuns fotográficos, parte dos quais expostos pela primeira na Exposição Universal de Chicago (1893) e na Exposição Universal de Paris (1900) — de que se destaca os Caminhos de ferro do Douro, Minho e Beiras, ou a construção da Ponte Maria Pia e do Porto de Leixões — que revelam uma paisagem acabada de ser ocupada pela tecnologia, preenchida de detalhes cenográficos feitos com as personagens que nela se movem a vapor pela primeira vez.

A par das missões fotográficas de preservação do património construído, o papel do fotógrafo torna-se crucial na criação de um inventário visual da construção das grandes infraestruturas de engenharia moderna, tornando-se assim participante activo na representação das transformações tecnológicas do território.



A programação paralela inclui visitas guiadas e conversas com especialistas da história da fotografia, engenharia e geografia. A primeira visita realiza-se no próximo dia 15 de Junho, pelas 16h, com a curadora da exposição Susana Lourenço Marques.

Esta exposição faz parte do projecto de investigação Livros de Fotografia em Portugal, 1860-1910, realizado no Instituto de História de Arte da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa em colaboração com a Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.


Pavilhão de Exposições - Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto

Avenida Rodrigues de Freitas nº 265, 4000-421 Porto

ter > sáb - 14h30 às 18h

Entrada Livre